5 Dicas para quem estuda em casa

Olá, concurseiro!
Quanto tempo! Há muito não nos falamos, não é?

Bem, semana passada fizemos uma pesquisa com nossos estudantes e dentre as perguntas questionamos qual é o local primário de estudos. A resposta predominante não nos surpreendeu, mas a concentração das respostas, sim: 89% responderam que estudam em casa. Uau!

Então, decidimos que o primeiro artigo sobre a pesquisa será sobre estudar em casa! Você estuda da melhor forma? Com as melhores ferramentas?
Aqui está nossa visão sobre as vantagens e desafios de estudar em casa:

Crie um ritual noturno

Seu dia de estudo começa na véspera, principalmente porque acordar cedo é difícil pra muita gente, inclusive pra mim! Mas você pode entrar no clima mais facilmente se você fizer seu organismo se desligar mais cedo na noite anterior. Para isso, crie uma rotina clara que sinalize para seu corpo que você está pensando em dormir.

Claro, comece não tomando nenhum estimulante depois das 18:00 horas. Nada de café, chá, energéticos e etcéteras que contém substâncias que vão te deixar ligado. Sem a cafeína no sangue, por exemplo, a adenosina, um nucleosídeo que se combina com o neurônio e faz com que funcione mais lentamente, irá agir e você ficará mais sonolento.

Depois, tente ficar longe de monitores e televisores, porque eles emitem luz azul. A luz azul inibe a produção de malatonina, que é um hormônio cuja principal função é regular o sono. A luz azul prejudica a produção desse hormônio em até 50%. Se não tiver jeito mesmo, use um aplicativo que ajusta a quantidade de luz azul no seu monitor.

Você pode ajudar na produção de melatonina comendo uma porção de fruta de noite, como uma laranja, um punhado de uvas, etc. Mas evite refeições pesadas, que prejudicarão a digestão.

Depois de suas atividades noturnas, entre no clima de reduzir o ritmo cerebral e se preparar para a cama! Leia um livro ou ouça um pouco de música relaxante, ou medite um pouco, para acalmar as ansiedades do dia, e vá dormir!

Crie um ritual matutino

Ao acordar você precisa entrar na rotina matutina! Planeje as tarefas da casa, os blocos de estudo e intervalos. Se você não tem tarefas na casa, abençoado seja! Mas se precisa fazer a casa funcionar, planeje tudinho, pra não atrapalhar seus estudos.

Estabeleça o rítmo do café e das refeições, quando parar e quando voltar aos estudos. Venceu as tarefas matutinas, troque de roupa e vá estudar.

Se você precisa de café para funcionar lembre-se de não exceder a cota diária para não sofrer as consequências de uma overdose de cafeína. O ideal, claro, é ter uma maquinha daquelas bacanas, mas eu deixo meu café numa garrafinha mesmo. Segura quente por bastante tempo.

Tenha um local de estudos

Uma das coisas maias importantes e que os estudantes acham pouco relevante é o local de estudo. Seja em casa, no curso, na biblioteca, no trabalho ou em qualquer outro espaço. Pare e pense em como fazê-lo melhor, mais eficiente e mais propício para seus estudos.

Se você vai passar horas estudando e se dedicando para melhorar de vida, é necessário pensar no local e como você pode torná-lo melhor. Pode ser a organização, a iluminação ou o barulho. Muitas vezes é possível tornar seu local de estudo em um local apto para estudar. Outras vezes, infelizmente, você terá que abandoná-lo e ir atrás de um local mais adequado. Considere esse pontos:

  • há iluminação suficiente?
  • a temperatura é adequada ou você está num forninho?
  • há muito barulho? Obras? Vizinhos barulhentos?
  • as interrupções são constantes?
  • a mesa e a cadeira tem alturas adequadas?
  • a internet pega bem?
  • as distrações disponíveis são muitas?

Suas respostas podem variar muito, mas esses são caraterísticas importantes que devem ser consideradas.

Preciso dizer duas coisas importantes: a primeira é que cama não é lugar de estudar; a segunda é que seu quarto pode não ser muito bom também. Claro que depende da sua disciplina e foco. Um estudante disciplinado consegue estudar em quase qualquer lugar. Mas ter isso tudo de foco é difícil e por isso você deve ajustar sua área de estudos para que ela impacte positivamente!

Avalie quão barulhenta é sua área de estudos. Se você está em um ambiente que dificulta sua concentração, os resultados de estudo devem demorar uum pouco mais para aparecer. Não estou dizendo que você precisa estar em um aambiente de silêncio monástico, mas precisa controlar reuídos que atrapanham e, priciplamente, irritam. Eu uso um fone bacana, mas você pode procurar outros. Se couber no seu orçamento, busque um com noise cancelling.

No mesmo sentido, pense bem se muita gente passa por ali e pode te interromper. Se você está estudando em casa e mora com mais pessoas, converse com eles dizendo que precisa estudar. Estabeleça uma agenda e cumpra o combinado! Se as pessoas te virem jogando vídeo game, assintindo netflix ou dormindo durante o período que você disse que estaria estudando, elas começarão a não seguir a agenda e vai ser difícil reestabelecer seus horários!

Horas líquidas de estudos

As horas que você separou para estudar não devem ser sua principal métrica, mas as horas que você realmente estudou. Essas são as chamadas de horas líquidas e servem, dentre outras coisas, para saber exatamente quantas horas você está estudando de disciplina em cada ciclo de estudos.

As horas líquidas correspondem ao tempo efetivamente dedicado aos estudos. Não são contados intervalos e interrupções. Assim é possível ter uma visão geral dos seus estudos saber se você está seguindo seu cronograma de estudos corretamente. Seguir o cronograma é fundamental para não deixar de fora pontos importantes. Muitos estudantes acabam privilegiando disciplinas e temas que gostam mais ou tem mais facilidade e sabendo quanto tempo você está gastando em cada disciplina ajudará a avaliar se está seguindo tudo direitinho.

Recomendo fortemente!

Tome notas de forma consistente

Tem gente que prefere fazer anotações no computador. Outros, no papel. Eu acho que ambos tem vantagens legais e podem ser utilizados como forma de adquirir e sistematizar o conteúdo estudado.

Se você usa o computador, fique atento pois a tecnologia consegue nos distrair, não é mesmo? Já falei sobre aplicativos de anotação no passado, mas acabei ajustando minhas expectativas e novos apps apareceram, então recomento o boostnote ou o atom. Devo até fazer um artigo explicando como o atom pode ser uma excelente ferramenta de anotação.

Mas a ideia é que se você usa o computador para anotar poderá fazer referências cruzadas, atualizar as anotações, inserir documentos e anexos e buscar pelo que procura. Mas não se esqueça de fazer o backup. Eu usavo o Dropbox, mas me deixou na mão, aí testei vários e cheguei ao pcloud que nunca deu nenhum problema!

Mas, se você é daqueles que prefere o papel, sugiro um caderno sem pauta pois te dá mais liberdade para desenhar, esquematizar e, inclusive, usar o método Cornell. Primeiro, não ouça quem acha que hoje em dia não se pode usar papel para anotar. Claro que pode! Mas você precisa ser consistente e organizado. Dê uma olhadinha no artigo sobre o método Cornell ou chegue a outro método, mas se organize.

Muito bem, meus queridos!
Espero poder dar alguma luz e ajudar na árdua travessia de se conquistar uma vaga no serviço público.

E caso você não tenha visto, estamos com um desconto bacana para a assinatura anual!

Delchi Bruce é Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB) e Mestre em História das Relações Internacionais Contemporâneas pela University College of London. Foi funcionário da ONU, onde especializou-se em Análise de Conjuntura pela UCNY. É professor, comentarista e Gestor de Conteúdo do Mapa da Prova.

Compartilhar