Estudar sozinho é possível!

Dando continuidade aos posts decorrentes da pesquisa que fizemos com nossos usuários aproveito para retomar um post que fiz no meu blog pessoal.

Na pesquisa que fizemos com nossos estudantes, 42% declararam que não fazem (ou fizeram) cursinho, nem usam coaches. Isso significa que, grosso modo, estão estudando sozinhos e precisam se policiar para conseguir atingir seus objetivos. Por isso veja como nossas dicas para se tornar mais eficaz nos estudos solitários.

Muitas vezes não é possível fazer um cursinho. Às vezes o horário das aulas não bate com o seu, ou não tem curso para o concurso que você quer fazer ou o preço é salgado demais.

Aí ou você estuda sozinho ou abandona o sonho do concurso! E abandonar não nos apetece nem um pouco, certo?

Não que seja fácil estudar sozinho mas, sem dúvida nenhuma, é possível! Então, essas são as ideias que tenho sobre o assunto. Espero que possam te ajudar a chegar ao seu destino!

Esteja preparado para estudar

Pra estudar direito você deve estar psicologicamente preparado. Se preparar para estudar é fundamental. Então, entre no clima. Tá sem vontade de estudar? Siga esses passos para ajustar seu mindset:

  • acordou? Tome um banho gelado! Se estiver muito frio aí, comece com um banho quente e vá esfriando o máximo possível;
  • deixe todos os equipamentos carregando. Celular, kindle, notebook, etc
  • mande uma dose de cafeína pra dentro. Um café ou chá preto podem te ajudar bastante;
  • evite um café da manhã com muito açúcar ou gorduroso de mais. Esses componentes diminuem a capacidade cognitiva;
  • troque de roupa! Não estude com a roupa de dormir. Não precisa se emperequetar, mas mude de roupa;
  • separe todo o material antes de começar. Não pare no meio pra ir buscar alguma coisa;
  • pegue sua água ou complete a caneca de café;
  • avise a família que vai começar a estudar;
  • coloque o celular no silencioso!!

Se você está com dificuldade de começar, dê uma lida no artigo que escrevi com dicas para parar de procrastinar. Podem te ajudar a sair da inércia.

Tenha um local de estudos

Uma das coisas maias importantes e que os estudantes acham pouco relevante é o local de estudo. Seja em casa, no curso, na biblioteca, parar e pensar no local, e como fazê-lo melhor, é fundamental para os estudos fluírem.

Se você vai passar horas estudando e se dedicando para melhorar de vida, é necessário pensar no local e como você pode torná-lo melhor. Pode ser a organização, a iluminação ou o barulho. Muitas vezes é possível tornar seu local de estudo em um local apto para estudar. Outras vezes, infelizmente, você terá que abandoná-lo e ir atrás de um local mais adequado.

Em regra geral os locais próprios para estudo, como biblioteca e cursinho, são moderadamente adequados e se você escolher estudar nesses locais, não terá muito o que fazer. Mas, se você estuda em casa, pare uns minutos e reflita sobre o lugar em que estuda. Pense na iluminação, na temperatura, no barulho e nas distrações do local escolhido para estudar.

Preciso dizer duas coisas importantes: a primeira é que cama não é lugar de estudar; a segunda é que seu quarto pode não ser muito bom também. Claro que depende da sua disciplina e foco. Um estudante disciplinado consegue estudar em quase qualquer lugar. Mas ter isso tudo de foco é difícil e por isso você deve ajustar sua área de estudos para que ela impacte positivamente!

Se você está estudando em casa e mora com mais pessoas, converse com eles dizendo que precisa estudar. Estabeleça uma agenda e cumpra o combinado! Se as pessoas te virem jogando vídeo game ou dormindo durante o período que você disse que estaria estudando, elas começarão a não seguir a agenda e vai ser difícil reestabelecer seus horários!

Monte um cronograma de estudos

Uma vez que sua área de estudos está arrumada, iluminada e prontinha para mandar bala você vai sentar-se e fará seu cronograma de estudos! Existem várias técnicas de criar um cronograma útil e você deve procurar a que mais se adequa à sua realidade de estudante. Eu, particularmente, já escrevi sobre isso.

O cronograma é seu plano de operação. Estabelece o que, o quando, o como e o onde da vida do estudante.

Então, para começar seu planejamento:

  • identifique sua rotina;
  • separe os espaços de estudo, transporte, refeições e diversão;
  • some as horas disponíveis para o estudo;
  • identifique as disciplinas, seus pesos e dificuldades;
  • crie ciclos de estudo ou distribua as disciplinas pela semana;
  • separe tempo para estudar, resolver questões e revisar;
  • ao terminar sua semana, avalie e ajuste seu planejamento para a próxima.

Estabeleça regras (e siga cada uma delas)

Essa é a parte mais difícil, sem sombra de dúvida!

Criar regras é muito fácil, mas segui-las estritamente é bem bem bem difícil.

Ao criar regras você estabelecerá protocolos específicos para cada situação. Assim, sabera como agir, o que fazer e, principalemnte, o que não fazer. O mais importante aqui não é o número de regras criadas, mas criar regras úteis e, principalmente, segui-las!

Exemplos de regras úteis:

  • começar os estudos às 8 (ou qualquer outro horário). O importante é ter um início definido;
  • não usar o telefone durante os estudos;
  • estudar, pelo menos, X horas líquidas por dia;
  • não passar nem perto do facebook, instagram ou twitter;
  • fazer somente os intervalos programados;
  • ir pra balada só se bater as metas da semana.

E por aí vai!

Crie as suas próprias regras e, para ter sucesso, cumpra cada uma delas!

Busca por material

A internet está cheia de coisas. Além de vídeos de gatinho e memes da semana é possível achar muitos recursos que ajudarão o estudante solitário. Mas é preciso procurar bastante para se achar o que de fato ajudará.

Saiba procurar no google! É possível refinar e filtrar os resultados da sua pesquisa usando alguns macetes. Assim você acha material mais específico. Olha só:

Função Explicação Exemplo
Excluir palavras da pesquisa Coloque - (menos) antes da palavra que você quer excluir aulas de administração -pública
Correspondência exata Coloque o termo, ou frase entre aspas “oração subordinada substantiva completiva nominal”
Pesquisar em um site específico Use “site:nomedosite.com” site:delchibruce.com “os melhores apps para anotar “
Operador coringa Coloque * no lugar da palavra esquecida Como estudar * para concursos
Buscar sinônimos Use o ~ antes da palavra cujo sinônimo deseja ~anotação
Obter a definição de um termo Use define:termo define:concurso
Excluir títulos e links da busca Use allintext: para buscar apenas no corpo do texto allintext:melhores técnicas de estudo
Buscar extensões específicas de arquivos Use filetype: seguido pela extensão filetype:pdf
Combinar pesquisas Coloque “OR” entre o termos pesquisados maratona OR corrida
Pesquisar sites relacionados Coloque “related:” antes de um endereço da Web que você já conheça Por exemplo: related:time.com

E minhas dúvidas?

Estudar em casa é muito legal, mas, em alguns momentos, você pode precisar de ajuda com alguma dúvida, na resolução de algum exercício ou para sair de algum círculo vicioso que teha se metido.

Nessas horas é necessário ter a quem recorrer. Pode ser o professor do cursinho que você está estudando, um amigo concurseiro ou algum grupo ou comunidade social. Na internet existem diversos grupos, fóruns e comunidades de concurseiros que são bem positivos na solução de dúvidas de colegas. Mas não se esqueça de duas coisas: não se demore demais nesses sites, para não perder o foco dos estudos e, retribua o favor e responda dúvida de outros usuários de ver em quando. Alimente o fluxo!

Me deixe refrizar: não perca tempo nas redes sociais e outros sites. Entre, busque a resposta para sua dúvida, faça sua pergunta e volte aos estudos!!

O mais importante aqui é: não seja um estudante passivo! Vá atrás das soluções de suas dúvidas e, tenha dúvidas! Ter dúvida é saudável e ajuda bastante na fixação do conteúdo.

Sozinho, no curso online, ou de outro modo, sucesso!

Delchi Bruce é Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB) e Mestre em História das Relações Internacionais Contemporâneas pela University College of London. Foi funcionário da ONU, onde especializou-se em Análise de Conjuntura pela UCNY. É professor, comentarista e Gestor de Conteúdo do Mapa da Prova.

Compartilhar