Como vencer em 2018 e passar no concurso

Feliz Ano novo!! Que 2018 seja o seu ano!!

Quando vamos chegando ao final do ano e nos dedicamos às festas temos aquela esperança de mudar alguma coisa no ano novo, não é verdade?

Fazer resoluções de ano novo pode ser um elemento fundamental para criar foco e direcionar seus esforços no ano seguinte. Mas, tenha cuidado: resoluções podem ser tóxicas se não forem pensadas com cuidado e executadas com vontade. Já tratei delas na virada de 2016 para 2017.

Hoje não vou falar sobre resoluções de Ano Novo, mas de alterações no seu comportamento que podem ser a guinada necessária para passar no concurso.

Então, dê bom dia para 2018 e bora mudar de vida!

Pare de procurar a estratégia de estudos perfeita


Existem diversas técnicas, métodos e estratégias de estudo. Você já deve ter ouvido o testemunho de candidatos aprovados falando sobre sua forma miraculosa de estudar. Mas lembre-se que não é porque funcionou pra ele que vai funcionar para você.

Então, antes de meter os pés pelas mãos, ache uma forma de estudo que se adeque a você. Você já deve ter uma ideia do que funciona e o que não serve pra nada, não é mesmo? Então sistematize isso e busque um método que faça você caminhar para frente.

Agora, antes de começar, destaco: não se imponha um método de estudo que não é realista. Faça um planejamento que você consiga seguir, escolha as ferramentas mais adequadas à sua realidade e ao seu bolso e estude!!

Pare de ver só problemas! Veja as oportunidades


Vão aparecer problemas nos seus estudos! Algumas coisas vão dar errado! Mas não se prenda às dificuldades!

Problemas são inevitáveis na vida dos estudantes. O desânimo, por outro lado, pode ser minimizado. Para tanto, é necessário ter foco no objetivo final.

Esbarrar em uma grande crise ou em um problema pequeno fazem o estudante repensar seus hábitos, métodos e processos que estão estagnados e buscar alternativas que dêem melhor resultado.

Então, vá buscar oportunidades! Comece identificando, em seus hábitos, os que te desanimam e que te seguram pra trás. São exemplos desses hábitos:

  • acordar tarde;
  • dormir mal;
  • ficar cansado demais;
  • passar tempo de mais em redes sociais;
  • muito tempo na frente da TV (ou do youtube ou da Netflix);
  • estar sedentário;

Agora, que você fez essa lista, pense em formas de vencer cada um desses hábitos. Está acordando tarde ou dormindo mal, faça uma revisão da sua rotina de sono e ajuste-a.

Além disso, tenha frieza para avaliar as dificuldades que aparecem no seu caminho para sua vaga no serviço público. Tente não reagir emocionalmente e busque soluções. Se não conseguir solucioná-las sozinho, busque ajuda. Só não esmoreça!

É muito importante fazer uma análise crítica do seu estudo (e da sua vida) para verificar se você está fazendo tudo do mehor jeito possível. Procure os gargalos e tente eliminá-los. Se você focar somente nos sintomas, e não na causa, vai voltar a ter problemas no futuro. Busque rever as causas dos problemas.

Cuidado com a sobrecarga


Cuidado com os excessos!
O concurseiro passa por fases em sua vida de estudos que podem drenar sua energia, sua concentração e mesmo sua vontade de continuar estudando. Existem formas distintas de vencer essa sobrecarga, diferente de estudante para estudante. Mas você deve achar as atividades que ajudam a melhorar sua qualidade de vida e, consequentemente, de estudos!

Algumas sugestões:

  • Faça exercícios físicos. Mesmo uma caminhada ou uma prancha diária;
  • Cuide do seu sono. Dormir bem é fundamental para render nos estudos;
  • Não coma só besteiras! Umazinha de vez em quando até que vai, mas tente colocar combustível do bom no seu cérebro;
  • Use e abuse dos sucos naturais e dos snacks feitos em casa. Lanche somente nos intervalos;
  • Mantenha seu caderno organizado. Saber onde encontrar o material é uma parte importante do trabalho.
  • Estude em um lugar calmo e apropriado. Na cama, NÃO!
  • Se você estuda em casa, deixe claro para os demais residentes que tais, tais e tais horas são para o estudo e peça para não ser incomodado.
  • Se a família for grande, considere estudar em outro lugar ou cole seu cronograma na porta do quarto para que todos saibam quando você estuda.
  • Mas, se seus pais te pegarem no facebook ou no videogame numa hora em que deveria estar estudando, se prepara para ouvir. E com razão!

Pare de pensar no curto prazo


Claro que você quer passar logo no concurso. Mas isso nem sempre é possível.

Começar a estudar quando sai o edital é possível, mas o ideal é fazer um plano mais longo, estudando com base no edital anterior e acompanhando as alterações legislativas e interpretativas utilizadas pela banca organizadora do seu concurso.

Começar do zero e passar na primeira prova é um feito hercúleo e deve ser comemorado! Mas não imagino que isso aconteça muitas vezes.

O processo é claro: planejar, estudar, revisar, fazer a prova, recomeçar. Até que você esteja em condições de competir de igual para igual com os concurseiros avançados. Tem muito concurseiro por aí que está com a faca nos dentes há algum tempo e está prestes a ser aprovado. Você precisa chegar nesse nível para brigar por concursos mais difíceis e com menos vagas.

Mas não desamine!

Considere essas informações para criar expectativas que condizam com a realidade. Se você começou agora, saiba que pode demorar um pouco para passar e se você já começou há algum tempo pode estar chegando sua vez de brigar pelas cabeças, então apure seu foco e seus estudos para chegar preparado.

Por fim: a hora de começar a estudar é agora! Já!

Arregace as mangas, planeje, estude e revise!

bons estudos e feliz ano anovo!!

Delchi Bruce é Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB) e Mestre em História das Relações Internacionais Contemporâneas pela University College of London. Foi funcionário da ONU, onde especializou-se em Análise de Conjuntura pela UCNY. É professor de Atualidades, comentarista e Gestor de Conteúdo do Mapa da Prova.

Compartilhar