sem categoria

5 Dicas para parar de procrastinar

Se ao invés de estar estudando ou trabalhando nesse momento, você está surfando na internet, rindo de memes, olhando a foto dos amigos, ou lendo coisas doidas na internet, você está procrastinando.

De acordo com o dicionário:

pro.cras.ti.nar (lat procrastinare)
vtd 1 Deixar para outro dia, ou para um tempo futuro, por motivos repreensíveis; adiar: Procrastinar tarefas. vtd 2 Delongar, demorar, retardar: Procrastinar uma decisão. vint 3 Usar de delongas: Detestamos procrastinar. Antôn: abreviar.

Mas você não precisa procrastinar para sempre! Aqui estão 10 dicas que funcionaram comigo:

Causas da malemolencia procrastinadora e como deixar de Procrastinar

1. Falta de Motivação

A principal motivadora da procrastinação é a falta de motivação. Quando não se sabe para onde ir, ou quando não se tem um plano claro de ação as coias ficam vagas, não é? Se você não está motivado, é capaz de deixar excelentes oportunidades passarem, ou perder tempo importante em coisas que não terão valor posterior.

Solução: Imagine!

A melhor sair desse ciclo vicioso é imaginar onde você quer chegar. Qual é o seu objetivo? Quer passar em um concurso, em qual? Quais são as vantagens de se passar em um concurso? Você se imagina estável e satisfeito? Não? Então comece agora!

Tente imaginar como será sua vida depois de passar no concurso. Como você e as pessoas mais próximas reagirão? Quais serão os impactos na sua vida? Na sua capacidade de consumo? Na forma em que organiza sua vida e como poderá melhorá-la. Imagine tudo ISSO.

2.: Falta de Foco

Mas a motivação não fará todo o trabalho! Muitos conseguem se imaginar aprovados em um concurso, mas não focam, não planejam como chegar lá. Depois de imaginar tudo o que você quer, tenha foco! Tenha foco!!

Solução: Planejar

Se você está sem foco, comece imaginando quais os passos necessários para chegar no seu objetivo. O que precisa vir primeiro? O que vem por último?

É fundamental que você consiga desenhar esse caminho.

Mas, ainda melhor do que desenhar o caminho, é melhor planejá-lo. Organize os passos para se chegar lá. Quantas horas vai estudar? Em que dias da semana? Vai precisar de ajuda? De quem?

Tenha foco e planeje!

3. Cansaço

“Que cansaço!” você disse isso hoje? E ontem? Se está dizendo isso muitas vezes é capaz de estar muito cansado, o que vai, ceramente, te fazer procrastinar. Com certeza!

O cansaço pode ser físico, mental ou emocional. E não importa muito de onde ele vem, ele vai drenar sua capacidade de ser eficiente e efetivo. Estar cansado significa render menos e render memos é igual a demorar muito muito muito mais para se chegar no seu objetivo. Se é que vai chegar!

Acredito que esse é um dos principais problemas no caminho de quem quer alcançar seu sucesso.

Solução: Ajuste seus hábitos

Essa solução é a que parece mais óbvia: tenha hábitos saudáveis. E quando digo “saudável” me refiro aos hábitos físicos, mentais e emoocionais. Você já está imaginando onde quero chegar, certo?

  • hábitos físicos: se alimente bem, durma a noite toda, faça exercícios físicos e cuide do seu corpo!
  • hábitos mentais: planeje corretamente seus estudos, tenha momentos de diversão, peça ajuda quando travar!
  • hábitos emocionais: conheça seus limites e entenda suas limitações; se afaste de pessoas negativas!

aqui é importante buscar ser zen! Cuide do corpo e da mente! Busque companhias que adicionam! Faça o que te deixa feliz! Busque o equilíbrio e a temperança!

4. Medo de falhar

Certa vez ouvi uma coisa interessantíssima sobre o ser humano: em nosso cérebro há um comportamento que vem lá de trás, quando ainda estávamos saíndo das cavernas. Essa condição é a do medo do novo, do diferente, do arriscado e, principalmente, da falha. O medo de falhar, ou de ser visto como derrotado influencia demais os riscos que tomamos, a motivação que temos.

Vencer o medo de falhar é fundamental para sairmos da procrastinação e partirmos para a luta!

Solução: Entender que há amanhã

Antigamente, na época que saímos das cavernas, falhar significava ser devorado por um animal selvagem, ou não conseguir caçar ou ser banido da tribo.

Agora as coisas não são mais assim: se você falhar, acorde no dia seguinte com mais vontade de vencer. Na verdade, arrisque! Não tenha medo de não passar na prova. Cada vez você estará melhor preparado e conseguirá ir um pouco mais longe.

Outra solução possível é criar um sistema de recompensas que te dê a sensação de andar para a frente. Isso significa ter metas intermediárias que possam ser recompensadas com um dia de farra, ou uma ida ao cinema. Seu objetivo continuará ser passar no concurso mas, antes disso, você terá as recompensas das metas semanais e mensais.

Por exemplo: conseguiu resolver todas as questões agendadas para essa semana, com aproveitamento de 70%. Isso te libera para ir ao cinema. Show!

5. Interrupções constantes

Se você estuda em casa e toda hora alguém vem te interromper, seja para ajudar em algum serviço da casa seja para jogar papo fora,você está no lugar errado.

Quando o ambiente não é apropriado, você vai render menos do que deveria, ou vai estudar mal, ou procrastinar bastante. E nenhuma dessas opções é aceitavél! Mas veja, você pode mudar o lugar ou mudar de lugar.

Solução: Ambiente Regrado

A primeira solução é arrumar outro lugar para estudar: seja em uma biblioteca, em uma sala de aula vazia, na casa da vó ou qualquer outro lugar que seja iluminado, quieto e que não tenha as distrações mais intensas. Isso quer dizer: nada de estudar na cama; prefira ficar longe do sofá e da geladeira. Não estude deitado, nunca!!

Então, se você arrumar uma mesa iluminada e quieta em que você possa estudar, show! Mas, às vezes, não é fácil arrumar outro lugar para estudar. Nesse caso, precisamos arrumar o lugar.

Se você for estudar em casa, deixe claro para todos quais são seus horários de estudo e enquanto você está estudando não está disponível. Eu até já vi gente colocando uma folha com um “Estudando! Chame apenas em caso de EMERGÊNCIA!”. Gostou? Faça o mesmo! Antes disso, no entanto, converse com todo mundo em casa e fale do seu objetivo de passar em um concurso e como vai chegar lá. Peça a compreensão e ajuda de todos e, somente então, fale que gostaria de ser deixado quieto para estudar.

Mas aí, vê se estuda! Se sua mãe for te chamar no seu “horário de estudo” e você estiver dormindo, vai dar água!

Além dessa conversa, veja as regras básicas de um bom ambiente de estudos:

  • bem iluminado; pela manhã, prefira luz natural;
  • quieto o suficiente para você poder prestar atenção nos próprios pensamentos;
  • arejado; prefira locais com ventilação natural;
  • longe da cama. Cama é lugar para muita coisa, mas não para estudar;

Seja Pragmático

Muito bem, caro guerreiro! O fato de você ter chegado até aqui me diz que está mesmo disposto a vencer a malemolência procrastinadora. Agora que você já imagina o futuro, planeja suas ações, ajustou seus hábitos, entendeu o amanhã e regrou seu ambiente de estudos, está pronto para as dicas de pequenas práticas que ajudarão a vencer esse mal! Mas veja, essas dicas só vão funcionar mesmo se você fizer tudo o que falamos até aqui.

  • Quebre seus projetos em pequenas tarefas. Arrumar a casa toda dá um cansaaaaço, mas arrumar a mesa, não tanto. Pique tudo!
  • Se a tarefa demorar menos de dois minutos, faça já! Agora! Nesse momento! Não adie o que pode ser rapidamente resolvido!
  • Prazos fixos. Crie prazos para todas suas tarefas. Acompanhe e se recompense;
  • Se não conseguir fazer sozinho, consiga um parceiro de estudos. Assim um motivará o outro!
    Tenha um parceiro de estudos

Seja corajoso, seja intenso! Comece já!!

Sucesso!

Delchi Bruce

Compartilhar